13.1.15

Uma outra realidade

Paul Klee, Peixes, 1925

Diz Roberto Juarroz em Poesía y creaciónA poesia é a máxima fidelidade à realidade. É o maior realismo a que fui exposto na minha existência. E, entre outras coisas, porque a poesia implica esse reconhecimento do absurdo. Reconhecimento que faz com que ela, como tal, seja o não absurdo. Há um pensamento em Paul Klee que sempre me comoveu, aquele onde diz que o visível é só um exemplo do real. A poesia seria então a intenção de revelar os aspetos da realidade que não são visíveis.