1.6.16

Eterna é a noite

Tão perto da meia-noite, tão longe dos seus lábios.

[Da obra apócrifa e inédita de Fred Serras, poeta da perdição.]