23.2.17

Como a aranha que tece a sua teia

Vejo chegar os agentes da empresa municipal de estacionamento, vejo-os abrir as portas dos veículos que transportam quantidades inimagináveis de penosos imobilizadores, vejo-os cumprimentarem-se com «high-fives», com o júbilo da aranha que dá o derradeiro ponto na sua teia.