9.3.17

Ai eu já pensei mandar pintar o céu em tons de azul

Somos apenas dois na esplanada a esta hora. Ambos com ecrãs e teclados em cima das mesas, que distam uns cinco metros. Uma música de fundo ouve-se ténue, sem se fazer notar até que, de súbito, a voz de Xana acaricia o ar: Ai eu já pensei mandar pintar o céu em tons de azul pra ser original. Instintivamente, olho para o céu, que alguém mandou pintar em tons de azul logo pela manhã. A minha vizinha de esplanada, a cinco metros, começa a dançar na cadeira, sem tirar os olhos do ecrã. Xana continua: Só depois notei que azul já ele é, houve alguém que teve ideia igual. E eu tenho pena de a ideia não ter sido minha. A minha vizinha veste-se primorosamente de azul, até aos pormenores da mala e dos sapatos. Algo que me diz que também ela teve ideia igual.