2.4.17

A liberdade das gaivotas

As asas da gaivota mergulharão e sobre o seu fulcro ela rodará, fazendo cair anéis brancos de tumulto.

Um dia, tu e eu, inventaremos liberdade tão tumultuosa como a das asas da gaivota.

[A linha inicial é de uma versão livre do princípio de The Bridge, de Hart Crane.]