19.4.17

Sonhar é trabalho intenso

Gostaria de fingir que o sonho é uma forma de descanso, de acreditar que é tomar alento para um novo dia: a continuação do anterior. Não é assim, contudo. Sonhar é trabalho intenso: o de reconstruir quanto possível o que nos empenhamos a desconstruir durante a vigília.

[Com uma vénia a Chantal Maillard.]