27.4.18

Carão esquálido, desnutrido, camiliano

«O acompanhamento será apenas salada, Dona Aureliana,» rogo eu, perante o olhar complacente da Dona. No regresso, após semanas de ausência, sou medido e pesado por estimativa, e nas contas da Dona o deve e haver do meu peso coloca-me em falência técnica. Na minha cara, que ensaia um sorriso, a Dona vê decerto um carão esquálido, desnutrido, camiliano.

«E não vai uma sopa, doutor? Sempre fica melhor, não é?»

Reticências. Glup. «Claro que sim, Dona Aureliana, ora essa, o resto não puxa carroça, não é?» A Dona suspira, um suspiro lá dela que atravessou o equador: na terra que a viu nascer, homem da linhagem de Adão não come de acompanhamento «apenas salada.» E nem uma folha verde fica no prato, leitora. Se a carroça não andar, que não seja por falta de alface.