21.4.18

Depois da chuva

O gato cor de mel enrosca-se sobre si, colhendo as maravalhas de sol de fim de tarde, aninhado no tejadilho do automóvel. Dali, o ladrar impotente dos cães vizinhos provoca-lhe somente um bocejo de tédio. Depois, volta a deitar a cabeça e a dormitar no descanso de não ter deveres ou imposições à espera fora dos limites deste pequeno universo.