17.6.18

Nota diplomática

Após ter invadido o sul da Grécia e conseguido a submissão de outras cidades-Estado, Filipe II da Macedónia, dirigindo-se aos espartanos, perguntou-lhes qual das duas hipóteses preferiam: que chegasse a Esparta como amigo ou como inimigo. A resposta veio, breve: «Nenhuma». Impaciente, na mensagem que enviou de volta, ameaçou-os de que se viesse a entrar nas suas muralhas, não deixaria pedra sobre pedra. Em resposta, recebeu a nota diplomática mais curta de sempre: «Se».

[Três séculos antes de Cristo, Filipe e o filho, Alexandre, criaram um império que se estendia da Grécia até à India, mas nunca entraram em Esparta.]